Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte


Poli-USP realiza evento internacional sobre inovação em pequenas e médias empresas

No dia 30 de agosto de 2018, a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) sedia o IV Seminário Internacional de Inovação na Pequena e Média Empresa, evento organizado pelo grupo de pesquisa “Economia da Produção e Engenharia Financeira” (EPEF) em conjunto com núcleo de pesquisa “Redes de Cooperação e Gestão do Conhecimento” (REDECOOP), ambos do Departamento de Engenharia de Produção da Poli/USP.

O evento tem como objetivo gerar, por meio de palestras e mesas, um fórum de exposições e debates em torno da gestão da inovação nas pequenas e médias empresas, do papel das start-ups no processo de inovação disruptiva, das redes de cooperação, clusters e arranjos locais de produção e inovação, das políticas públicas e dos programas de cooperação internacional para as PME’s. O seminário conta com a participação de autoridades e pesquisadores considerados profundos conhecedores da situação da pequena e média empresa no Brasil, além de convidados internacionais, como os professores doutores Roberto Mangabeira Unger (Universidade de Harvard), Fiorenza Belussi (Universidade de Padova - Itália) e Rúben Ascúa (Rede Pymes Mercosul/Universidad Nacional de Rafaela) que, ao exporem experiências bem sucedidas, contribuirão para o entendimento acerca dos desafios e das oportunidades do cenário atual.

O Seminário conta com o apoio da Fundação Vanzolini, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e da Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE). As inscrições podem ser realizadas pelo link: clique aqui. Outras informações no site de Departamento de Engenharia de Produção da Poli/USP: pro.poli.usp.br.  

Informações Gerais:

IV Seminário Internacional de Inovação na Pequena e Média Empresa

Data: 30 de agosto de 2018

Horário: das 9h às 17h

Local: Auditório Prof. Francisco Romeu Landi, Prédio da Administração da Poli/USP

Endereço: Av. Prof. Luciano Gualberto, travessa 3, nº 380, Cidade Universitária

Dúvidas: Alvaro Marques ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ; 5525-5855)

Inscrições:  clique aqui

Outras informações: pro.poli.usp.br.  

 
 
 
Última atualização em Seg, 09 de Julho de 2018 23:08
 

Alunos da Poli-USP participam de competição da GM nos EUA e desenvolvem veículo portátil

De 22 a 25 de julho, os alunos da Poli-USP participam, nos Estados Unidos, da competição anual Global Vehicle Development Project, conhecida por tratar de desafios da mobilidade urbana. Acontece entre as universidades de 12 países que integram o Programa PACE (Partners for the Advancement of Collaborative Engineering Education), liderado pela General Motors mundial para o desenvolvimento da educação de engenharia automotiva. A competição será realizada na unidade da montadora – GM Global Technical Center, na cidade de Warren, Michigan, durante o Fórum PACE 2018.

Nesta edição, as equipes terão de apresentar o protótipo funcional (o veículo pronto para ser usado) de uma solução de mobilidade individual para cidades - Personal Urban Mobility Acess (PUMA), que complemente o transporte público, cobrindo pequenas distâncias, e atendam às necessidades de um cliente específico. A equipe da Poli-USP decidiu, após pesquisa de mercado em São Paulo, desenvolver veículo portátil para pessoas mais velhas, entre 53 e 71 anos de idade.

O projeto da competição tem prazo de dois anos para ser concluído. Em 2017, aconteceu a primeira etapa do desafio PUMA, quando os alunos apresentaram a concepção do produto, uma maquete e o plano de negócio – a equipe da Poli ficou em 1.o lugar na categoria Market Research (pesquisa de mercado voltada ao consumidor), 2.o em Industrial Design, 2.o em Manufacturing Engineering, além da conquista do 2.o lugar na classificação geral. Agora, em 2018, etapa final, eles terão de mostrar, ao júri, o veículo pronto, percorrendo a pista de teste e superando obstáculos.

Os times da competição são formados obrigatoriamente por alunos de diferentes países, entre as instituições de engenharia e design que participam do Programa PACE. A iniciativa colabora para o intercâmbio das escolas e possibilita aos estudantes vivenciarem experiência similar ao ambiente de trabalho globalizado das empresas do setor automotivo. No time da Poli, há universitários da Índia, Estados Unidos, Alemanha, além do Brasil (Poli-USP e Instituto Mauá de Tecnologia).

Os alunos da Poli-USP são supervisionados pelo Prof. Dr. Marcelo Alves, do Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Escola.

O Brasil é o único país da América do Sul que participa do Programa PACE – a Poli-USP ingressou em 2005 como a primeira escola brasileira selecionada pelo Programa. As universidades são equipadas com software e laboratórios, oferecidos pelas empresas participantes no PACE. A Poli-USP possui quatro laboratórios equipados pelo Programa, com estações de trabalho e software para Computer Aided Design (CAD), Computer Aided Manufacturing (CAM) e Computer Aided Engineering (CAE), aplicados para conceber, projetar e fabricar veículos.

Informações para imprensa:
Célia Domingues (CEA - Poli/USP)
(11) 5641-0690

Última atualização em Qui, 05 de Julho de 2018 14:44
 

Poli-USP seleciona professor temporário na área de Engenharia de Transportes

Será realizado um processo seletivo para contratação de um docente temporário no Departamento de Engenharia de Transportes (PTR) da Escola Politécnica da USP, na área de "Infraestrutura de Transportes: Projeto e Construção de Pavimentos". As inscrições estarão abertas das 9 horas do dia 10/07/2018, próxima terça-feira, até as 16 horas do dia 08/08/2018.
 
As inscrições serão recebidas exclusivamente por meio do Sistema GR, acessível pelo link
 
 

Grandes desafios para a engenharia serão debatidos em evento na Escola Politécnica da USP

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) realizará, nos dias 6 e 7 de Agosto de 2018, o evento “Strategic Workshop on Engineering Grand Challenges”, com a proposta de reunir palestrantes internacionais renomados de áreas estratégicas da engenharia para debater soluções para os grandes desafios a serem enfrentados pela humanidade nas próximas décadas. “A tecnologia e a engenharia continuam sendo inevitavelmente as melhores opções para superar os grandes desafios da humanidade”, defende o professor da Poli-USP, Emílio Carlos Nelli Silva, um dos organizadores do evento.

O docente contextualiza que, embora a tecnologia tenha propiciado a vantagem competitiva durante todo o processo civilizatório, ela contribuiu decisivamente para os problemas e desafios da atualidade, como degradação ambiental e a escassez de recursos naturais. “Esses desafios vêm sendo classificados como engineering grand challenges. Qualquer lista que se elabore com esses grandes desafios, eles inevitavelmente cobrem temas para pesquisa e desenvolvimento, particularmente para a próxima década, em áreas associadas à saúde, segurança alimentar, infraestrutura urbana, acesso à agua tratada, energia, mobilidade, meio ambiente e segurança”.

Esses grandes desafios têm em comum algumas peculiaridades: são de alcance global e multidisciplinares, e requerem a associação de cientistas e engenheiros dos mais diversos campos do conhecimento, que devem trabalhar de forma coordenada e sistematizada. “Isso criou um movimento global nas áreas de pesquisa e desenvolvimento, chamado de convergência tecnológica”. O Workshop terá como objetivo trazer grandes lideranças internacionais para discutir esses temas junto à comunidade científica nacional, para explorar em profundidade esses desafios no contexto das pesquisas acadêmicas.

Palestrantes confirmados: Entre os convidados para debater esses temas estão o Magnífico Reitor da Universidade de São Paulo e professor da Poli-USP, Vahan Agopyan, José Goldemberg (Presidente do Conselho Superior da Fapesp), Andrew Alleyne (University of Illinois - Urbana-Champaign), Lucio Soibelman (University of Southern California), Shimon Y. Nof (Purdue University), Glaucio H. Paulino (Georgia Institute of Technology) e J. N. Reddy (Texas A&M University).

Inscrições e outras informações no link.

Última atualização em Seg, 02 de Julho de 2018 16:43
 

Diretoria da Poli-USP divulga resultado do Edital Jovem Docente 2018

A diretoria da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo divulgou hoje, 2 de julho de 2018, os resultados do Edital Jovem Docente 2018, lançado no dia 12 de junho. Ao todo foram submetidas 51 solicitações, somados os pedidos individuais e em grupo. Acesse aqui a publicação da comissão avaliadora. Os resultados podem ser acessados no link, e os critérios utilizados acessados aqui.

O valor total solicitado pelos inscritos foi de R$ 1.619.338,38, muito superior ao montante de R$ 650.000,00 inicialmente previsto no Edital. Em função da qualidade e da relevância dos temas de projetos submetidos, a comissão avaliadora decidiu aumentar o montante de recursos destinados ao edital para R$700.000,00, limite que a Poli-USP tem em recursos da FAPESP para a Infraestrutura de Pesquisa. Adicionalmente, foi concedida uma verba suplementar de cerca de R$200.000,00 a ser recebida da Fundação em um futuro breve, para apoiar projetos submetidos e, também, selecionados no presente edital. Desta forma, foram concedidos recursos no total de R$ 902.355,26, sendo R$ 693.970,56 a serem utilizados de imediato, e R$ 208.385,00, a serem concedidos futuramente, condicionados ao recebimento de nova verba FAPESP.

 

Em 2019, Poli-USP passa a reservar 350 vagas para alunos egressos de escola pública

Deste total, 137 são destinadas a candidatos que se autodeclaram pretos, pardos ou indígenas, conforme deliberação do Conselho Universitário da USP

Para ingresso em 2019, a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) destinará 350 de suas 870 vagas anuais para alunos egressos de escolas públicas. Entre as duas formas de ingresso adotadas pela Universidade, a Poli-USP destina 783 vagas para a Fuvest, e 87 para o Sistema de Seleção Unificada (SISU). Ao todo, em ambas as formas de ingresso, 520 vagas são oferecidas para ampla concorrência, ou seja, sem necessidade de comprovar a formação em escolas públicas. Já os alunos egressos de instituições públicas terão 213 vagas reservadas, e aqueles que se declaram pretos, pardos ou indígenas terão 137.

O Conselho Universitário aprovou, no dia 26 de junho, a tabela de vagas dos cursos de graduação da USP para o vestibular de 2019, ano em que passarão a valer a reserva de 40% das vagas para alunos de escolas públicas, conforme deliberação de julho de 2017. Em 2020, a reserva das vagas em cada curso e turno deverá ser de 45%, e a partir de 2021, a reserva de vagas deverá atingir os 50% por curso e turno.

Veja nas tabelas abaixo como ficaram distribuídas as vagas para ingresso em 2019 na Escola Politécnica da USP:

alt

alt

 

alt

Última atualização em Seg, 02 de Julho de 2018 15:32
 

Portaria define detalhes de eleição de chefia do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica da Poli

Eleição para a chefia do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica – PNV:

O Departamento de Engenharia Naval e Oceânica da Escola Politécnica da USP realizará, no dia 15/08/2018, a eleição para escolha do Chefe e Vice-Chefe do Departamento. O primeiro período de inscrições estará aberto de 23 de julho a 1º de agosto de 2018. São eleitores os membros do Conselho de Departamento do PNV. Outras informações constam da Portaria nº 2332/2018

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

 


Página 1 de 22